Sim, nem todas as pessoas se sentem confortáveis com agulhas, injeções e sangue. Como lidar com esses medos perante ao parto?
Planejar um parto totalmente natural já é a melhor opção, já que na cesárea é obrigado que a gestante tenha um acesso onde recebe o soro e medicações, sem contar o corte e a dor que pra quem tem medo, é pior ainda.
Mas, nem sempre as coisas são do jeito que queremos, se a gestante por estreptotoco positivo, ela vai precisar receber antibiótico  intra-venoso, ou se ela precisar ser induzida, quiser uma analgesia, etc.
Por isso algumas dicas para trabalhar esse medo antes do grande dia:

– Respire: Treine a respiração em casa, sinta como se fosse fazer um exame de laboratório, feche seus olhos e imagine o procedimento.
Respire profundamente e solte o ar pelo boca lentamente, pode colocar uma música calma. Vale a pena usar óleos, eu recomendo o de lavanda que ajuda a relaxar, assim como o de tangerina que acalma. Pode ser passado na pele ( cuidado com óleos essenciais, eles devem ser diluídos), ou podem ser usados em um aromatizador.

– No exame: Tente pensar em outra coisa agora, mantendo a mesma respiração e usando os óleos, quando for fazer o exame pense que isso vale a pena, que logo vai acabar e que não será tão ruim. Quanto mais calma você fica, menos você sente. 

– Não olhe: Eu já vi gente com pânico que ainda olha para a agulha, para a picada, para o sangue que está saindo. Você não deve olhar, porque certamente não vai conseguir pensar em outra coisa. 

Não, provavelmente você não vai superar esses medos com esses exercícios, mas certamente eles podem ajudá-la fazendo com que esses procedimentos sejam mais tranquilos. 

Cris Doula! 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *