Postado em Relatos de Partos !!

Evidências qualitativas sobre o acompanhamento por doulas no trabalho de parto e no parto

30 de novembro de 2016 - 20:22

parto8

A metassíntese elaborada com sete pesquisas qualitativas cumpriu o objetivo de produzir evidências sobre a importância, a possibilidade e as vantagens para as parturientes que receberam o suporte das doulas em maternidades ou em outros espaços de assistência à mulher em trabalho de parto e parto. A presença de doulas junto às mulheres é objeto de investigação em diferentes países, contudo os estudos qualitativos sobre o tema são recentes e incipientes.

Constatou-se que a definição de doula é semelhante na literatura, como sendo a mulher que dá suporte físico, emocional, social e espiritual, fornecendo também orientações às parturientes durante o trabalho de parto, parto e pós- parto. As características satisfatórias do trabalho das doulas foram expressas por parturientes, pelos membros da equipe multiprofissional e pelas próprias doulas.

Essa multiplicidade de informações, com considerações positivas conduziu a se reconhecer o suporte da doula à parturiente como favorável e significativo. Observou-se que muito precisa ser feito para que o papel da doula seja reconhecido e validado em diferentes segmentos da sociedade. No Brasil, a presença de doulas é restrita nas maternidades, mesmo que estas trabalhem de forma voluntária ou contratada pela parturiente. Ainda existe resistência, por parte de alguns profissionais, com a presença de mais uma pessoa para acompanhar, assistir e dar suporte durante o processo de parir.

552601_3764874719556_642044307_n1

As mulheres, lentamente, estão assumindo novas formas de atuação e mobilização de recursos formais e informais relativos ao parto, e as instituições raramente identificam esse apelo para abertura de caminhos para outros tipos de trabalho na sociedade. Assim, reafirma-se a necessidade de as instituições de saúde modificarem suas práticas rotineiras, tradicionais, relações de poder e de trabalho, com o objetivo de facilitar e aprimorar o desenvolvimento de ações benéficas e cuidadosas com as pessoas em situação de estresse, de incertezas e com dificuldade de tomar decisões assertivas.

Os estudos de metassíntese representam escassez de publicações nacionais na área de estudo, no que diz respeito às comparações dos achados que visualizem a relação profissional, gestante e doula; estudos que criem possibilidades para formulação de novos pressupostos, paradigmas e políticas públicas no acompanhamento integral, humanizado e articulado à gestante. Assim, conclui-se que há necessidade de maior incremento nas pesquisas para diversificar as experiências, criar estímulos e motivações para essa função inovadora do suporte prestado pela doula e a recepção dessa prática pelos profissionais no acompanhamento perinatal durante e após o parto.

A presença de um acompanhante, seja membro da família, estranho, amigo, ou mesmo um profissional que acompanhe a mulher no pré- parto e no parto, diminui significativamente o sofrimento da parturiente, as dores e o uso de procedimentos desnecessários. As limitações desta pesquisa se inserem no contexto do reduzido número de publicações com abordagem qualitativa sobre doula e na indisponibilidade de outras referências bibliográficas que não constem nos bancos oficiais.

Para ler o estudo completo: http://www.scielo.br/pdf/csc/v17n10/26.pdf

Deixar comentário

%d blogueiros gostam disto: