hands

Hoje li um post no facebook de uma doula (que eu não sei em qual cidade vive), jogando indireta a outra doula que ”escolhe” as gestantes que quer acompanhar.  Eu não conheço nem uma nem outra, então não estou aqui para defender ninguém. Mas o post apareceu na minha linha do tempo pois vários amigos em comum comentaram. Os comentários não eram o que ela esperava, já que várias doulas e parteiras comentaram que ninguém, é obrigada a acompanhar uma gestante que tem expectativas que a profissional NÃO pode cumprir.

Por exemplo:

  • Se uma gestante deseja parir com obstetra X que a doula sabe que não atende partos de forma humanizada, eu acho sim que a doula tem o direito de dizer que não se sente á vontade com esse obstetra, e que pode indicar outra doula que não vai se importar.
  • Ou se a gestante escolhe parir em casa e esse local fica muito longe da casa da doula, o que pode comprometer o atendimento no dia do parto, a doula também pode sugerir outra doula que more mais perto.
  • Acontece também da gestante conhecer a doula e não rolar empatia. Assim como pode acontecer da doula perceber que não faz o tipo de acompanhamento que a gestante deseja. Será melhor para ambas se forem sinceras uma com a outra.

Há algum tempo vi na internet uma mãe que teve acompanhamento de uma doula nos EUA, e que disse que no primeiro filho foi ótimo, maravilhoso. No segundo ela teve outra doula, pois a dela não estava disponível, e disse que foi horrível. Por vários motivos, mas um deles foi: Porque depois que ela fez a analgesia no parto hospitalar, a parteira sugeriu que ela dormisse, o marido dormiu e a doula também. Ela achou um absurdo o fato da doula ter dormido dizendo:

”As 2 da manhã meu marido decidiu tirar um cochilo, e eu o apoiei totalmente. Não apoiei o fato da doula também tirar um cochilo, pelo fato de eu a estar pagando, bom, não para dormir.”  O relato completo em Inglês está aqui

Ué, mas se era madrugada, se era um parto longo, se a parturiente estava deitada (por causa da analgesia) e sem dor que até o marido foi dormir, porque a doula que está exausta não pode?  A palavra Doula vem do Grego: ”Mulher que serve”, mas não podemos confundir isso com escravidão.  Doula também é gente, também come, dorme, toma banho e usa o banheiro. Aliás acredito que todas as reclamações dessa mulher aconteceram ou por falta de entendimento do que uma doula faz, falta de empatia com a doula ou falta de comunicação.

Doulas PODEM e DEVEM fazer o que elas combinarem previamente com as gestantes. E por isso é tão importante conversar o que a gestante espera da doula, fazendo plano de parto, e inclusive um CONTRATO porque assim as expectativas estão ali, por escrito para que não ocorra desentendimentos ou decepções de nenhum dos dois lados. Não existe doula boa ou doula ruim, existem doulas e mulheres diferentes com expectativas diferentes. Se a mulher e a doula não simpatizarem o parto não irá fluir como deveria.

Eu por exemplo só me comprometo a acompanhar uma gestante após ela ler, concordar e assinar o contrato.

Nele tem: – As funções e obrigações da doula, o que não é obrigação da doula (fazer toque e ausculta fetal etc), quando a doula vai ao encontro da gestante, o que o acompanhamento inclui (consultas, o acompanhamento do parto etc), formas de pagamento (sim, ser doula é minha paixão mas eu não faço de graça) entre outros.

Acho o contrato importantíssimo porque que cada vez mais mulheres procuram doulas, e mais doulas se formam em cursos diversos no Brasil todos os meses. É fundamental que os desejos da gestante fiquem esclarecidos para que a doula veja se pode ou não se pode fazer o acompanhamento.

Julgamentos principalmente de doulas versus doulas me deixam louca: ”Doula não pode apoiar mulher em cesárea eletiva; Doula tem que ir para casa da gestante nas primeiras contrações; Doula não pode dormir; Doula não pode escolher quem vai acompanhar; Doula não pode postar no face que está saindo para parto; Doula não pode usar unha vermelha…” e assim vai.

Então recado para que deixo para as Gestantes: Vocês merecem serem acompanhadas por doulas e nós queremos superar as expectativas de vocês e jamais decepcioná-las. Se o acompanhamento deixar a desejar, converse com a doula que você contratou. Seja sincera. Para você se sentir melhor e para a doula saber onde pode melhorar, honestidade é o melhor negócio.

E recado para as Doulas: Parem de julgar umas as outras. Parem de falar mal das colegas principalmente publicamente. Estamos fazendo um trabalho de formiguinha e esse tipo de atitude só prejudica todo mundo. Ninguém está totalmente certo nem totalmente errado. E cada doula é uma jóia única justamente pelo seu jeito de trabalhar.

552601_3764874719556_642044307_n1

Cris Doula
Mãe da Sofia (8 anos)
& Doula (há quase 6 anos)

 

 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *