552601_3764874719556_642044307_n1
Muitas mulheres nem sabem o que é uma doula, o que nós fazemos e quando entendem já é tarde demais.
Outras mulheres sabem da existência dessa profissional, mas acabam pensando que é uma coisa supérflua, sem necessidade, que o marido ou outro acompanhante pode fazer as mesmas coisas que uma doula, e que é um gasto desnecessário.
Então, durante o trabalho de parto, as vezes com um plantonista, a mulher se encontra sozinha. 
A sala está cheia de gente mas ninguém sabe o que fazer, o que é normal, nem o que fazer para diminuir a dor.  O acompanhante está apavorado, inseguro, e também precisa de ajuda nesse processo. 
Será que vale a pena ficar desamparada nesse momento tão especial?

Não estou dizendo que todas as mulheres passam por isso, algumas lidam super bem com o trabalho de parto até mesmo sozinhas sem acompanhe mas essas são exceções.
A doula também não substitui o acompanhante, pois é uma profissional que sabe técnicas, exercícios que ajudam no parto.

Quanto antes você contratar uma doula, melhor. Mas se já estiver perto do parto, ainda dá tempo. Só é tarde demais quando o bebê já nasceu.

A questão financeira é um dos principais motivos para casais não contratarem doulas.
Porém muitas doulas parcelam o valor que cobram justamente para facilitar o pagamento e se formos colocar na ponta do lápis gastamos com outras coisas desnecessárias, enquanto poderíamos investir em uma doula, que vai auxiliar no pré-parto, parto e pós-parto, vale muito a pena.

Se você estiver grávida não deixe de ter uma doula, marque um encontro com a doula que você mais se identificou, pergunte o que ela pode oferecer, como ela trabalha, o valor, formas de pagamento, e aproveite.

download

Cristina Melo
Doula

 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *