Esse é um dos assuntos que converso nos encontros pré-parto, sobre quando a cesárea é necessária, como a gestante se sente com essa possibilidade, como se preparar para isso, e o que podemos fazer para transformar essa experiência o mais agradável possível.
Quem já passou por uma cesárea, sabe bem do que estou falando. Principalmente quem não queria passar pela cirurgia, quem sonhava com um parto natural hospitalar ou domiciliar.

Claro que a coisa mais importante no parto é um bebê saudável, nenhuma mulher acha isso menos importante, mas para nós o parto não é só o nascimento. O parto é um ritual de passagem para a mãe e para o bebê, é algo sonhado e planejado por meses as vezes anos, antes mesmo de engravidar.

Mas muita gente não entende isso, acha que é frescura, principalmente homens, eles não entendem mesmo. Claro que não posso generalizar, muitos não só compreendem como lutam lado a lado da parceira, e sofrem quando a cesárea é indicada.

Então  meus conselhos para quem não quer uma cesárea é:

– tenha um obstetra realmente e totalmente a favor do parto natural ( pergunte para as doulas em sua cidade);
– tenha uma doula, além de preparar você, ela vai acompanhar todo o parto ajudando-a a não desistir;
– converse com o seu parceiro e diga o que sente ao imaginar passar pelo procedimento, mostre como isso é importante;
– pesquise as rotinas da maternidades e seus procedimentos, fale com a doula e passe para seu obstetra o que você
deseja que seja feito diferente ( abaixar o campo para você ver o bebê nascer, contato pele-a-pele ainda durante a cirurgia,
amamentar na 1ª hora de vida, ter seu acompanhante e doula durante todo o tempo, ter música ou pouca luz, etc.)

exemplo de quando o campo cirúrgico é retirado, e a mãe tem total visão ao nascimento.

Isso é o que chamamos de assistência humanizada a cesárea, mas lembre-se, isso acontece quando a cesárea é realmente
a única saída, e não por comodidade.

–  Assim como você faz um filme mental sobre o parto natural, imagine a cirurgia, e lembre-se, se você tem um obstetra que acredita no mesmo que você, ele não fará uma cirurgia sem necessidade, então você fez tudo o que pode e essa é a maneira
mais saudável do seu bebê nascer.

– Aproveite, apesar de não ser o que você queria, é o momento do seu bebê vir ao mundo, e isso é muito especial e único. Peça para que alguém fotografe e/ou filme, você vai gostar de ter essa recordação.
Façam as escolhas certas, pesquisem, informem-se, empoderem-se, e se não der certo, você terá a certeza de que era pra ser!

A todas as mulheres que passaram por esse procedimento, necessário ou não, mando um abraço apertado!!

Cris De Melo
Téc Enfermagem
Mãe da Sofia ( nascida de cesárea)
& Doula! 


5 comentários

Patricia · 12 de abril de 2012 às 19:17

Cris!
Eu juro que não entendo como alguém pode considerar uma cesárea algo comodo!!! Só de for para o médico!! Escolher cesárea para não sentir dor! Só se for pra trocar a “dor” do parto pela dor dos cortes, os efeitos colaterais de remédios e anestesias… aff…
Minhas avós tiveram 4 filhos de parto normal EM CASA!! Sem médicos, sem rotinas hospitalares… e pasme: todos sobreviveram – mãe e filhos! E isso faz menos de 50 anos!
Agora quando vou a uma loja me perguntam para quando esta marcada a cesárea! Hein?? Como assim??
Cesárea? Sim, SE NECESSÁRIO.

Fran · 8 de maio de 2013 às 13:02

Achei seu texto muito interessante! Parabéns!

Valdemar Santos · 1 de junho de 2013 às 16:25

Boa tarde Cris, sou de Londrina Pr, fotografo, e estou montando uma revista virtual, e gostaria de fazer um convite ser nossa colaboradora em nossa revista

Veja o boneco da revista
http://www.revistavbs.omega7.com.br\index.php

Você tera uma coluna só sua

Com sua foto, seu e-mail, um breve relato sobr vc, o linck do seu site ou blog.

Meu contato revistavbsnewsletter@gmail.com

Andréia Lucas · 11 de setembro de 2013 às 20:51

Boa noite!! gostei muito dos relatos das mães sobre parto normal e sobre todos os temas, embora fiz quatro cesáreas, todas por que escolhi que seria assim, não senti dores pós cirurgia como falam, meus filhos todos nasceram grandes e saudáveis , todos mamaram até depois dos dois anos e meio, o mais novo tem dois anos e 9 meses e ainda mama, e ainda tenho leite, minha opinião sobre parto normal: acho horrível ficar gritando de dor , não acho nada normal, porém acho que com certeza as mamães e que tem que decidir o que é melhor para elas, para mim, com certeza , faria cesárea sempre.Fui abençoada pois não fiquei com bexiga caída e a marca das minhas cesáreas são super discretas, pois minha GO é maravilhosa.Beijos e felicidades.

Cris Doula · 12 de setembro de 2013 às 15:35

Andréia, fico feliz que seus bebês não tenham sido afetados por 4 cirurgias desnecessárias, que aumentam e muito os riscos para eles, tanto de morbidade quanto mortalidade. Fico feliz também que você tenha aceitado bem a decisão de fazer 4 cesáreas eletivas, sabendo que os riscos de uma cesárea são muito maiores de que um parto natural
( inclusive o risco de bexiga caída como você falou), é maior na cesárea. É raro encontrar mulheres que tenham tomado decisões deste tipo, totalmente baseada em ignorância e não evidências científicas, e tenha orgulho disso. Recomendo que você assista ao filme “O renascimento do Parto” que mostra como os bebês nascidos de cesárea são afetados pela cirurgia. Felicidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *