Nada de comer durante o trabalho de parto (a menos, claro, que você queira comer)

Até a década de 1940, as mulheres eram incentivadas a a comer e beber o que elas desejassem durante o parto. Tudo isso mudou em 1949, quando um estudo mostrou que mulheres que comiam durante o trabalho tinham uma chance maior de aspiração (alimentos que entram nos pulmões durante a anestesia.) Desde então, as mulheres eram instruídas de que assim que começarem a sentir contrações ou pensarem que estão em trabalho de parto, elas deveriam parar de comer.

Mas isso não é mais válido.

O estudo original foi baseado em quantidades muito elevadas de anestesia, que não são mais usados em mulheres durante a cesariana.
O jejum durante o trabalho não garante um estômago vazio.
O risco de aspiração ocorre apenas com anestesia geral, que é usada muito raramente por cesárea.
O jejum prolongado aumenta a quantidade de ácido clorídrico no estômago, que pode aumentar as complicações com aspiração.

Não é bom se basear em recomendações em um estudo, especialmente tendo em conta que este estudo em particular é extremamente desatualizado.
Por que as mães devem ser capazes de comer / beber no Trabalho de parto

Comer pequenas quantidades de alimentos facilmente digeridos durante o trabalho pode lhe dar a energia que você precisa para continuar.
Um estudo 1989 Centro Nacional Nascimento mostrou que 11.814 mulheres que comeram e beberam à vontade durante o trabalho não tinha um único caso de aspiração, mesmo entre os 22% de mulheres no total do grupo que necessitou de uma cesariana.
Às vezes, o conhecimento de que você não pode comer durante o seu trabalho pode afetar o seu senso de controle. Isso por si só pode fazer você sentir vontade de desistir cedo.
Muitas vezes, as parteiras e doulas relatam que, se o trabalho de uma mãe não está progredindo, muitas vezes, comer e beber durante o trabalho ajuda a fazer as coisas continuarem.

Quais são os bons “alimentos do Trabalho” para comer durante o trabalho?

É bom imaginar que alimentos você comeria se estivesse se recuperando de uma gastroenterite (que faz você vomitar e sentir dor). Você não vai começar a comer a pizza de imediato! Na verdade, o Cochrane Pregnancy and Childbirth Group (uma fonte conhecida de informação baseada em evidências e pesquisa) recomenda o uso de uma dieta de baixa gordura e baixo resíduos.

Aqui está uma lista de alguns dos principais alimentos para comer no trabalho:

Muito líquido – água, suco diluído
Torradas ou pão com geléia ou manteiga
Cereais – quente ou frio
ovos
panquecas
Massas (molho leve ou parmesão)
Chá com açúcar ou mel
Sorvete ou raspadinhas
Batata assada ou purê
Sopa – não cremosa
Banana amassada ou manga
molho de maçã
iogurte
 granola ou barra de cereais
(alimentos sugeridos nos EUA )

Nem todo mundo tem fome no trabalho, por isso você não deve se forçar a comer. Estudos têm mostrado que as mulheres tendem a comer mais no início do trabalho e depois, gradualmente, reduzem a quantidade de comida que elas comem, conforme o trabalho de parto progride. Se você não está se sentindo que deve comer, ouça o seu corpo. Em vez disso, tente beber líquidos contendo uma pequena quantidade de açúcar ou um picolé, mesmo se você não sentir vontade de comer alimentos sólidos durante o parto.

Que alimentos e bebidas é bom evitar comer no Trabalho de parto

Também evite sucos fortemente adoçados.  Um alto teor de açúcar pode aumentar a náusea e ácido em seu estômago. O local do nascimento pode não  permitir a entrada de alimentos sólidos durante o  trabalho de parto, por isso não deixe de verificar com antecedência (quando o parto é no centro cirúrgico) . 

 Artigo traduzido por Cristina Melo – Doula
Fonte: http://suite101.com/article/eating-during-labor–a4982  


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *