Foto de um parto que acompanhei, que virou cartaz do filme "O renascimento do Parto''

Foto de um parto que acompanhei, que virou cartaz do filme “O renascimento do Parto”

Já começo dizendo que sou super a favor de fotos de partos. Dos partos que acompanhei um número pequeno contratou fotógrafos, outro número pequeno não fotografou, e a maioria fez fotos com a própria câmera. O pensamento que faço é: Se fotografamos nosso casamento, a festa de 1 aninho, por quê não fotografar o nascimento do nosso filho? Esse bebê que está nascendo, vai nascer apenas uma vez. Esse momento maravilhoso será apagado em partes pela nossa memória com o passar do tempo. Então, por que não eternizar esse dia tão especial?

Fotografia Profissional
Você não se preocupada com nada. Procura uma profissional, conversa com ele, acerta os valores e no dia do parto ele estará lá para registrar esse momento. (verifique se o profissional tem disponibilidade para ficar horas no parto, durante a noite, fim de semana, etc).
As vantagens de ter um fotógrafo é que o pai não fica nessa função, e pode aproveitar e ajudar a parceira durante o processo. As fotos são entregues no prazo combinado e é só curtir.

Fotografia caseira
É ótimo você escolher o que fotografar, mas a câmera pode acabar ficando de lado e você sair com poucas fotos. Pois o foco do acompanhante não são as fotos, e sim ajudar no parto. Muitas doulas fotografam para seus clientes, com a câmera deles ou uma câmera pessoal, mas não é a função delas. Se elas estiverem com as mãos livres tudo bem, mas na grande maioria das vezes elas serão muito mais úteis sem uma câmera nas mãos.
A vantagem é que não tem custo nenhum a mais, a desvantagem é que são fotos simples e poucas fotos.

O que devo procurar num fotógrafo?

Experiência. Acho que pra tudo o mais importante é experiência. Não vá pelos preços, nem sempre o que é mais barato é melhor. Valorize o profissional, pois fotografia não é apenas pegar uma câmera e clicar um botão. Esse profissional com certeza fez (ou ainda faz) cursos, passa horas no computador editando as imagens, e irá para o seu parto passar quantas horas forem necessárias, para registrar esse momento. Peça referências, veja trabalhos que ele já fez, converse, e lembre-se: É fundamental se sentir á vontade com essa pessoa, afinal, ela estará no seu parto o que significa pouca roupa e muita liberdade. Na minha opinião o melhor fotógrafo é o INVISÍVEL, aquele que não se vê e nem se ouve. Ele não vai dar palpites sobre o parto, sobre poses, nem conversará com a parturiente. Ele está ali apenas para fotografar.

Carol
Boa hora!

Cris Doula


2 comentários

Valdemar Santos · 28 de setembro de 2013 às 12:18

Bom dia Cris, gostaria de pedir permissão para postar alguns artigos seus em minha revista virtual , na coluna de Bem Estar, seria possível.

Cris Doula · 28 de setembro de 2013 às 20:59

Sim Valdemar! Autorizado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *