No meu cartaz: '' Vou parir onde e como eu quiser'' / No da minha Sofia: ''Meu irmão vai nascer em casa"

No último domingo, o programa Fantástico apresentou reportagem sobre o parto domiciliar no Brasil. Entre os entrevistados esteve Dr. Jorge Kuhn, médico paulista que deu seu depoimento a favor do parto domiciliar. O parto domiciliar tem sido uma opção conscientemente adotada por muitas famílias brasileiras que buscam uma experiência mais íntima, respeitosa e acolhedora de receber seus filhos, no conforto de suas casas, entre seus familiares, sem intervenções e com o acompanhamento de profissionais experientes, como obstetrizes, enfermeiras obstetras e doulas. Hoje, o Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro apresentou denúncia contra o Dr. Jorge Kuhn, respeitado por sua postura ética em defesa da autonomia das mulheres. Embora Dr. Kuhn seja um médico paulista, o CREMERJ afirmou que irá encaminhar denúncia ao CREMESP. Assim, mulheres de todo o Brasil se organizaram para uma manifestação a favor do direito de escolha do local de parto e da equipe de assistência, a MARCHA DO PARTO EM CASA.A denúncia do CREMERJ é uma clara tentativa de intimidação aos médicos obstetras que apoiam o parto domiciliar, uma tentativa de monopolizar o direito de escolha das mulheres pelo lugar onde terão os seus filhos, direito que diz respeito somente às gestantes e suas famílias.


A marcha aconteceu nos dias 16 e 17 de junho em diversas cidades do Brasil, e em Florianópolis ela foi no sábado na Lagoa da Conceição e contou com cerca de 120 participantes!!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *