Hoje em mais um encontro com uma gestante, eu lembrei de um tema que precisava vir para o site. Esta gestante , comentou que tinha um certo receio em ter doula, e eu perguntei o por quê. Ela disse que não sabia que se ficaria á vontade esperando muito tempo em casa, que não sabe se vai aguentar a dor e pedir uma analgesia, ou se vai aguentar o parto em si. E eu perguntei novamente, qual o receito de ter uma doula no meio de tudo isso. Pois ficar em casa  é uma escolha do casal, durante o tempo que eles quiserem. A dor é fácil de lidar com a massagem, posturas, e exercícios. Mas se ela quiser mesmooo a analgesia, ela pode tomar. E se achar que não quer mais, e quer uma cesárea ( coisa que nunca aconteceu até hoje) eu vou respeitar sua decisão, sendo durante o trabalho de parto. Falei que jamais forçaria algo, que o parto é dela e que as decisões também.

E ela disse basicamente: Uffa!

Ela não foi a primeira a me perguntar coisas assim, é muito importante que a doula não tenha pré-conceitos, as escolhas da doula não podem interferir nas escolhas da mulher/casal. É importante deixar claro que o parto é do casal, e que nós ( doulas, obstetras, etc)  devemos respeitar. Claro que se for contra os meus princípios, eu posso escolher não acompanhá-la ( não aceitar acompanhar uma cesárea sem indicação médica, uma indução sem indicação médica, um parto com médico tradicional, e etc) mas é importante que a doula deixe isso claro.

Eu já acompanhei mulheres que tinham pensamentos diferentes dos meus, já tive mulheres que não quiseram amamentar
na 1º hora após o parto e nem nunca. É como falar de cama compartilhada, tem gente que gosta e tem gente que não, tem pessoas que gostam de guardar a placenta e outras querem mais é que vá para o lixo.

Então mulherada, nós doulas somos ativistas a favor do parto natural, estamos sempre em movimento para incentivar o empoderamento das mulheres e a fazerem escolhas conscientes. Mas cada doula é uma, pensa de maneira diferente, e segue linhas diferentes. Nem toda doula é radical, no sentido de achar que uma coisa deve ser assim e ponto final, de que todo parto tem que ser do jeito X, que toda mulher é obrigada a fazer como manda o manual Y.

Então, quem procura doula, conheça e tire todas as suas dúvidas, e veja se ela aceita o que você pensa sobre o parto. Assim como o médico, vocês devem escolher o médico que passa confiança e que segue a mesma linha de pensamento.

Uma boa hora pra todas!!

Cris De Melo
Doula! 


2 comentários

Susana · 16 de maio de 2012 às 19:22

Oi Cris,

Tudo bem?
A Dani (mãe do Caio), de Floripa me indicou vc.
Estou grávida, aproximadamente 4 meses e estou vendo a possibilidade de ter uma doula…
Moro em São José dos Campos, interior de São Paulo. Vc pode não atender por aqui, mas de repente pode me indicar uma colega sua…

Fico aguardando um contato seu!
Obrigada,

Susana

Cris Doula · 18 de maio de 2012 às 4:36

Oi Susana
te indico este site: http://www.doulas.com.br
a Ana Cris Duarte é uma parteira maravilhosa aí, entra em contato com ela que vai poder te indicar
doulas e até mesmo tirar dúvidas para se você desejar um parto domiciliar ( que recomendo muito)
bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *